Mente de Victor von Doom

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 2:49 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Gotham City...




...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.

Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam.

















Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 3:13 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, algumas pessoas me olhavam incomodadas, mas creio que o medo fazia elas tentarem fingir que estava tudo bem, e afinal morando naquela cidade eles deviam ser bons nisso.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite.









Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 3:44 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios,







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 3:54 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios, o ataquei com magia negra e com os armamentos da minha armadura... Mesmo todos atacando era difícil faze-lo recuar, mas insisti naquilo, não iria desistir daquele combate! Até o meu Doombot já estava morto, sem falar de alguns convidados da festa, falar nisso aquele homem lançou um no Aquamen.









Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 4:01 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios, o ataquei com magia negra e com os armamentos da minha armadura... Mesmo todos atacando era difícil faze-lo recuar, mas insisti naquilo, não iria desistir daquele combate! Até o meu Doombot já estava morto, sem falar de alguns convidados da festa, falar nisso aquele homem lançou um no Aquamen.

Em um determinado momento, os meus sensores sentiram algumas fontes de poderes se aproximando, um anel laranja ia na direção daquele demônio. E um verde ia ao meu encontro, mas?!

O brilho verde era intenso como o sol, os meus olhos brilhavam em mesma cor, ele estava ligado a mim, mas porque o verde? Porque a mesma cor que Hal Jordan?







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 4:07 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios, o ataquei com magia negra e com os armamentos da minha armadura... Mesmo todos atacando era difícil faze-lo recuar, mas insisti naquilo, não iria desistir daquele combate! Até o meu Doombot já estava morto, sem falar de alguns convidados da festa, falar nisso aquele homem lançou um no Aquamen.

Em um determinado momento, os meus sensores sentiram algumas fontes de poderes se aproximando, um anel laranja ia na direção daquele demônio. E um verde ia ao meu encontro, mas?!

O brilho verde era intenso como o sol, os meus olhos brilhavam em mesma cor, ele estava ligado a mim, mas porque o verde? Porque a mesma cor que Hal Jordan?!

O anel voou até o meu dedo, eis que a iluminação veio a minha mente e a cada palavra sentir mais e mais o poder da força de vontade, aquilo que eu precisava para me tornar o novo soberano da Latvéria.

- No dia mais claro,
Na noite mais densa,
O mal sucumbirá ante a minha presença
Quem venera o mal tudo perde
Frente ao poder do Lanterna Verde! -












Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



[/quote]
avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Ter Jan 19, 2016 4:14 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios, o ataquei com magia negra e com os armamentos da minha armadura... Mesmo todos atacando era difícil faze-lo recuar, mas insisti naquilo, não iria desistir daquele combate! Até o meu Doombot já estava morto, sem falar de alguns convidados da festa, falar nisso aquele homem lançou um no Aquamen.

Em um determinado momento, os meus sensores sentiram algumas fontes de poderes se aproximando, um anel laranja ia na direção daquele demônio. E um verde ia ao meu encontro, mas?!

O brilho verde era intenso como o sol, os meus olhos brilhavam em mesma cor, ele estava ligado a mim, mas porque o verde? Porque a mesma cor que Hal Jordan?!

O anel voou até o meu dedo, eis que a iluminação veio a minha mente e a cada palavra sentir mais e mais o poder da força de vontade, aquilo que eu precisava para me tornar o novo soberano da Latvéria.

- No dia mais claro,
- Na noite mais densa,
- O mal sucumbirá ante a minha presença
- Quem venera o mal tudo perde
- Frente ao poder do Lanterna Verde!




Uma aura verde e intensa se formava, a minha força de vontade transformava aquilo em uma arma poderosa e grandiosa, uma sombra ver pairava acima do salão de festa, estava prestes a tentar aniquilar o meu inimigo.


A luta perdurava por mais algum tempo, até que o inimigo fugia e perguntas sem respostas ficavam no ar.








Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Dom Jan 24, 2016 1:24 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Latvéria...


Após o fim da fundação eu não precisava mais fingir, meus objetivos referente a aquela fundação já teriam sido alcançados agora era o momento de seguir para o próximo objetivo, a capital! Teria que dar alguns paços para isso e precisaria de mais poder e recursos para isso.

Hoje recebi um convite misterioso, e sei que não sou do tipo que costuma receber convites para festas, e os últimos acontecimentos me faziam crer que aquilo estava longe de algo amistoso. Porém Victor von Doom não teme a ninguém, se achavam que vão me desafiar eu mostrarei com o que fiz com a ultima que tentou.
- Estarei no jogo deles, porém o tabuleiro será o meu.
Arrumei alguns protocolos antes de fazer a viagem, desta vez não estaria despreparado para eventualidades. Desta vez poderia aproveitar qualquer oportunidade para ganhar mais poder, diferente das ultimas vezes.

Finalmente estava no voo em direção a Gotham, em algumas horas estaria lá. Abri o convite mais uma vez, lá falava sobre uma festa naquela cidade estranha, onde não a ordem por falta de pulsos fortes de seus governantes e policia local... Se estivessem em meu governo as coisas seriam diferentes lá, mas uma coisa por vez, primeiro preciso da Latvéria.



Gotham City...




Algumas horas depois começava avistar aquela cidade, poucas luzes brilhavam lá em baixo, até mesmo de cima aquele lugar era sombrio, opaco e sem vida, tão escuro quanto um buraco de vermes... É bom estar aqui mais uma vez e ver os pontos a qual essa cidade falha.

O sinal era dado, o avião estava para descer, apenas aguardei o pouso, e quando ele ocorreu peguei um carro até a festa. No caminho passamos por varias ruas escuras, dava para ver até alguns vultos por elas, e pessoas andando assustadas e com medo, precisavam chegar em casa mais nem sabiam se chegariam, aquela cidade me dava repulsa.

Mais alguns minutos e estava chegando ao local da festa, era o que o motorista falava, e ele estava certo. Chegando ao local, eu desci do carro e adentrei na festa, como da outra vez não utilizei o elmo, não queria chamar mais atenção que o necessário.

Fiquei lá na festa, evitei comidas e bebidas, tentando saborear apenas as coisas que pareciam ser mais seguras, não sabia que tipo de inimigo eu estava esperando, quem teria feito o convite. Enquanto caminhava entre os convidados, avistava aquele homem novamente, e não acredito em coincidências, algo grande estava para ocorrer novamente.

Antes de qualquer palavra houve o apagão, era quando ele surgia, Aquamen! A contra parte de Namor, meu antigo aliado. Só existia um problema quanto a isso, ele estava morto a algum tempo, como voltou? E porque esta estranho dessa forma?

Um dos vidros do local era quebrado e adentrava no local um Doombot segurando o meu elmo, eu o coloquei enquanto via aquela aberração. Era dado inicio a um combate duro e complicado, estávamos enfrentando alguém tão forte quanto um dos principais membros da liga da justiça, e além disso ele estava com poderes concedidos por um anel negro em seu dedo, que lhe dava capacidades muito além do que ele era, consegui notar isso através dos meus sensores que notavam uma enorme fonte de energia vindo do anel.

Ele invocava os mortos, e aquele outro invocava as sombras, porque não equilibrar mais as coisas? Em meio o combate invoquei demônios, o ataquei com magia negra e com os armamentos da minha armadura... Mesmo todos atacando era difícil faze-lo recuar, mas insisti naquilo, não iria desistir daquele combate! Até o meu Doombot já estava morto, sem falar de alguns convidados da festa, falar nisso aquele homem lançou um no Aquamen.

Em um determinado momento, os meus sensores sentiram algumas fontes de poderes se aproximando, um anel laranja ia na direção daquele demônio. E um verde ia ao meu encontro, mas?!

O brilho verde era intenso como o sol, os meus olhos brilhavam em mesma cor, ele estava ligado a mim, mas porque o verde? Porque a mesma cor que Hal Jordan?!

O anel voou até o meu dedo, eis que a iluminação veio a minha mente e a cada palavra sentir mais e mais o poder da força de vontade, aquilo que eu precisava para me tornar o novo soberano da Latvéria.

- No dia mais claro,
- Na noite mais densa,
- O mal sucumbirá ante a minha presença
- Quem venera o mal tudo perde
- Frente ao poder do Lanterna Verde!




Uma aura verde e intensa se formava, a minha força de vontade transformava aquilo em uma arma poderosa e grandiosa, uma sombra ver pairava acima do salão de festa, estava prestes a tentar aniquilar o meu inimigo.

A luta perdurava por mais algum tempo, até que o inimigo fugia e perguntas sem respostas ficavam no ar.


Latvéria...


- Este anel possui uma carga limitada pelo o que os meus sistemas detectaram... Achava que eles recebiam a energia de uma fonte distante, isso significa que provavelmente não vou conseguir o carregar com facilidade sem se unir com a tropa deles, coisa que realmente não o farei.

Fiquei ocupado com aquele anel, precisava descobrir alguma forma alternativa de o carregar, pois talvez quando descobrisse fosse o suficiente para tomar o governo para mim, ainda mais sabendo que ele era movido com a vontade, coisa que eu tinha de sobra, além dele dar muitas opções que só dependiam do meu vasto intelecto.

- Talvez converter uma fonte de energia como a do gerador da minha armadura... Preciso estudar essa possibilidade!






Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Dom Jan 24, 2016 3:06 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Após dias tentando conseguir o poder do Anel, o anel finalmente revelou a localização de uma bateria de mana, ela estava escondida no interior de um prédio em Metrópole Victor então viajava em direção América do Norte em busca de poder e de respostas. Chegando Metrópole ele percebeu que estava próximo do seu objetivo então ele avançou cautelosamente por dentro do prédio e cada vez mais o anel de Poder brilhava mostrando que estava próximo, porém chegando ao local ele teve uma surpresa não estava sozinho havia mais um dos servos do anel negro, mas isso não o pararia, com a ajuda do Anel Verde Victor o enfrentou. Entretanto o seu oponente era mais forte do que ele imaginava ele possuía uma grande experiência estratégia além de ser habilidoso com o arco e flecha este era o Arqueiro Verde quem teria morrido há um tempo atrás para Thanos senhor da morte.

A sorte de Victor era que ele não estava só, haviam outros naquele lugar, a luta foi dura. Utilizando da magia e tecnologia, não era o suficiente para vencer o oponente, porém Victor ainda possuir intelecto formidável além dos outros lutando contra aquele oponente. Após algum tempo de luta Victor utilizou-se do poder do Anel. Antes ele estava relutante porém viu que aquela era a única forma de vencer, utilizando anel contra anel. Estranhamente o poder do Anel não desceu naquele combate.

Após uma árdua luta finalmente o Arqueiro estava derrotado no momento em que o seu anel foi destruindo, fazendo que o mesmo voltasse aos mortos. Agora com o Arqueiro derrotado, Doom poderia encontrar a bateria do Anel e foi isso que ele o fez.

De Posse da bateria Doom retornou a Latvéria, a sua terra. Ele estudou a bateria e então notou que a mesma possuía a energia necessária para carregar o anel.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Dom Jan 24, 2016 3:11 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Após dias tentando conseguir o poder do Anel, o anel finalmente revelou a localização de uma bateria de mana, ela estava escondida no interior de um prédio em Metrópole Victor então viajava em direção América do Norte em busca de poder e de respostas. Chegando Metrópole ele percebeu que estava próximo do seu objetivo então ele avançou cautelosamente por dentro do prédio e cada vez mais o anel de Poder brilhava mostrando que estava próximo, porém chegando ao local ele teve uma surpresa não estava sozinho havia mais um dos servos do anel negro, mas isso não o pararia, com a ajuda do Anel Verde Victor o enfrentou. Entretanto o seu oponente era mais forte do que ele imaginava ele possuía uma grande experiência estratégia além de ser habilidoso com o arco e flecha este era o Arqueiro Verde quem teria morrido há um tempo atrás para Thanos senhor da morte.

A sorte de Victor era que ele não estava só, haviam outros naquele lugar, a luta foi dura. Utilizando da magia e tecnologia, não era o suficiente para vencer o oponente, porém Victor ainda possuir intelecto formidável além dos outros lutando contra aquele oponente. Após algum tempo de luta Victor utilizou-se do poder do Anel. Antes ele estava relutante porém viu que aquela era a única forma de vencer, utilizando anel contra anel. Estranhamente o poder do Anel não desceu naquele combate. Assim como o oponente de dias anteriores este era capaz de utilizar os mortos, porém como da última vez Doom utilizou-se de invocações e desta vez ele usou os Doombots, que eram cópias dele porém fracos e ilimitados.

Após uma árdua luta finalmente o Arqueiro estava derrotado no momento em que o seu anel foi destruindo, fazendo que o mesmo voltasse aos mortos. Agora com o Arqueiro derrotado, Doom poderia encontrar a bateria do Anel e foi isso que ele o fez. De Posse da bateria Doom retornou a Latvéria, a sua terra. Ele estudou a bateria e então notou que a mesma possuía a energia necessária para carregar o anel.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 8:44 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Após dias tentando conseguir o poder do Anel, o anel finalmente revelou a localização de uma bateria de mana, ela estava escondida no interior de um prédio em Metrópole Victor então viajava em direção América do Norte em busca de poder e de respostas. Chegando Metrópole ele percebeu que estava próximo do seu objetivo então ele avançou cautelosamente por dentro do prédio e cada vez mais o anel de Poder brilhava mostrando que estava próximo, porém chegando ao local ele teve uma surpresa não estava sozinho havia mais um dos servos do anel negro, mas isso não o pararia, com a ajuda do Anel Verde Victor o enfrentou. Entretanto o seu oponente era mais forte do que ele imaginava ele possuía uma grande experiência estratégia além de ser habilidoso com o arco e flecha este era o Arqueiro Verde quem teria morrido há um tempo atrás para Thanos senhor da morte.

A sorte de Victor era que ele não estava só, haviam outros naquele lugar, a luta foi dura. Utilizando da magia e tecnologia, não era o suficiente para vencer o oponente, porém Victor ainda possuir intelecto formidável além dos outros lutando contra aquele oponente. Após algum tempo de luta Victor utilizou-se do poder do Anel. Antes ele estava relutante porém viu que aquela era a única forma de vencer, utilizando anel contra anel. Estranhamente o poder do Anel não desceu naquele combate. Assim como o oponente de dias anteriores este era capaz de utilizar os mortos, porém como da última vez Doom utilizou-se de invocações e desta vez ele usou os Doombots, que eram cópias dele porém fracos e ilimitados.

Usei o verde da vontade pra enfrentar o meu inimigo, projetando armas e escudos para combater, foi ali e percebi que aquele anel era realmente poderoso talvez fosse o meu destino manipular mais um caminho além da magia e da tecnologia, seria eu realmente destinado a ser lanterna Verde? Duvido que os Guardiões aprovem os meus métodos! Então deverei tomar o lugar deles enfrentando a tropa dos lanterna verdes com ajuda de minhas pesquisas sobre este anel possuo eu descobrirei as suas fraquezas.

Após uma árdua luta finalmente o Arqueiro estava derrotado no momento em que o seu anel foi destruindo, fazendo que o mesmo voltasse aos mortos. Agora com o Arqueiro derrotado, Doom poderia encontrar a bateria do Anel e foi isso que ele o fez. De Posse da bateria Doom retornou a Latvéria, a sua terra. Ele estudou a bateria e então notou que a mesma possuía a energia necessária para carregar o anel.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 8:51 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Após dias tentando conseguir o poder do Anel, o anel finalmente revelou a localização de uma bateria de mana, ela estava escondida no interior de um prédio em Metrópole Victor então viajava em direção América do Norte em busca de poder e de respostas. Chegando Metrópole ele percebeu que estava próximo do seu objetivo então ele avançou cautelosamente por dentro do prédio e cada vez mais o anel de Poder brilhava mostrando que estava próximo, porém chegando ao local ele teve uma surpresa não estava sozinho havia mais um dos servos do anel negro, mas isso não o pararia, com a ajuda do Anel Verde Victor o enfrentou. Entretanto o seu oponente era mais forte do que ele imaginava ele possuía uma grande experiência estratégia além de ser habilidoso com o arco e flecha este era o Arqueiro Verde quem teria morrido há um tempo atrás para Thanos senhor da morte.

A sorte de Victor era que ele não estava só, haviam outros naquele lugar, a luta foi dura. Utilizando da magia e tecnologia, não era o suficiente para vencer o oponente, porém Victor ainda possuir intelecto formidável além dos outros lutando contra aquele oponente. Após algum tempo de luta Victor utilizou-se do poder do Anel. Antes ele estava relutante porém viu que aquela era a única forma de vencer, utilizando anel contra anel. Estranhamente o poder do Anel não desceu naquele combate. Assim como o oponente de dias anteriores este era capaz de utilizar os mortos, porém como da última vez Doom utilizou-se de invocações e desta vez ele usou os Doombots, que eram cópias dele porém fracos e ilimitados.

Usei o verde da vontade pra enfrentar o meu inimigo, projetando armas e escudos para combater, foi ali e percebi que aquele anel era realmente poderoso talvez fosse o meu destino manipular mais um caminho além da magia e da tecnologia, seria eu realmente destinado a ser lanterna Verde? Duvido que os Guardiões aprovem os meus métodos! Então deverei tomar o lugar deles enfrentando a tropa dos lanterna verdes com ajuda de minhas pesquisas sobre este anel possuo eu descobrirei as suas fraquezas. Já até imagino invadindo a tropa deles com Doombot armandos com pseudo Anéis forjados por meus estudos, pela minha magia e tecnologia, tomaremos o planeta dos Guardiões assim terei o meu lugar por direito, o poder absoluto dá vontade será meu, serei a nova tropa dos Lanternas Verdes fazendo a minha vontade reinar entre a galaxia.

Após uma árdua luta finalmente o Arqueiro estava derrotado no momento em que o seu anel foi destruindo, fazendo que o mesmo voltasse aos mortos. Agora com o Arqueiro derrotado, Doom poderia encontrar a bateria do Anel e foi isso que ele o fez. De Posse da bateria Doom retornou a Latvéria, a sua terra. Ele estudou a bateria e então notou que a mesma possuía a energia necessária para carregar o anel.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 9:00 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Após dias tentando conseguir o poder do Anel, o anel finalmente revelou a localização de uma bateria de mana, ela estava escondida no interior de um prédio em Metrópole Victor então viajava em direção América do Norte em busca de poder e de respostas. Chegando Metrópole ele percebeu que estava próximo do seu objetivo então ele avançou cautelosamente por dentro do prédio e cada vez mais o anel de Poder brilhava mostrando que estava próximo, porém chegando ao local ele teve uma surpresa não estava sozinho havia mais um dos servos do anel negro, mas isso não o pararia, com a ajuda do Anel Verde Victor o enfrentou. Entretanto o seu oponente era mais forte do que ele imaginava ele possuía uma grande experiência estratégia além de ser habilidoso com o arco e flecha este era o Arqueiro Verde quem teria morrido há um tempo atrás para Thanos senhor da morte.

A sorte de Victor era que ele não estava só, haviam outros naquele lugar, a luta foi dura. Utilizando da magia e tecnologia, não era o suficiente para vencer o oponente, porém Victor ainda possuir intelecto formidável além dos outros lutando contra aquele oponente. Após algum tempo de luta Victor utilizou-se do poder do Anel. Antes ele estava relutante porém viu que aquela era a única forma de vencer, utilizando anel contra anel. Estranhamente o poder do Anel não desceu naquele combate. Assim como o oponente de dias anteriores este era capaz de utilizar os mortos, porém como da última vez Doom utilizou-se de invocações e desta vez ele usou os Doombots, que eram cópias dele porém fracos e ilimitados.

Usei o verde da vontade pra enfrentar o meu inimigo, projetando armas e escudos para combater, foi ali e percebi que aquele anel era realmente poderoso talvez fosse o meu destino manipular mais um caminho além da magia e da tecnologia, seria eu realmente destinado a ser lanterna Verde? Duvido que os Guardiões aprovem os meus métodos! Então deverei tomar o lugar deles enfrentando a tropa dos lanterna verdes com ajuda de minhas pesquisas sobre este anel possuo eu descobrirei as suas fraquezas. Já até imagino invadindo a tropa deles com Doombot armandos com pseudo Anéis forjados por meus estudos, pela minha magia e tecnologia, tomaremos o planeta dos Guardiões assim terei o meu lugar por direito, o poder absoluto dá vontade será meu, serei a nova tropa dos Lanternas Verdes fazendo a minha vontade reinar entre a galaxia.

Durante o combate mais uma vez vi aquele homem ou demônio, ele lutava bravamente e também possuía um anel, a cor era diferente da minha, ainda não sei o significado porém dava para notar que ele estava ainda mais estranho... Preciso descobrir a diferença em entre estes anéis que vi até agora, três cores... A verde a qual carrego, a laranja que este demônio está e o anel negro destes que nos desafiam.

Após uma árdua luta finalmente o Arqueiro estava derrotado no momento em que o seu anel foi destruindo, fazendo que o mesmo voltasse aos mortos. Agora com o Arqueiro derrotado, Doom poderia encontrar a bateria do Anel e foi isso que ele o fez. De Posse da bateria Doom retornou a Latvéria, a sua terra. Ele estudou a bateria e então notou que a mesma possuía a energia necessária para carregar o anel. Agora com a posse da bateria, Doom almejava descobrir como gerar a mesma energia a qual o anel gerava, ou pelo menos uma forma sintética de fazer isso, não seria a primeira vez que roubaria ou criaria formas parecidas para simular o poder de outros, assim como a vez que criou Doombots para substituir alguns membros do quarteto fantástico, ou quando roubei os poderes dos Mestres do Terror... Falando em Mestres do Terror, preciso retomar os projetos que consegui naquela época, serão bastantes uteis para essa variedade de inimigos que tenho enfrentado e para a minha busca, afinal não duvido que algum dia a tropa dos Lanternas Verdes tentaram pegar este anel e a Bateria do Poder.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 9:37 am


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Alfa






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade (física, vácuo, gás, veneno, drogas, hack, luminosidade, sono, sensores, radiação, pressão e magnética.). Tem força superior. Armadura selada, câmeras, sistema de som, sistema de mira, tradutor, transmissores, receptores, computador, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), voo, sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som), campo de força. Micro inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando.

Habilidades usurpadas: Gás que provoca ilusões.

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e/ou  domina a Magia (rajada, luz, escudo, contra-magica, curar, paralisar, voar, invocar [demônios e robôs] e teleporte [dimensão, espaço e tempo]), Engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 10:11 am


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Alfa






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade (física, vácuo, gás, veneno, drogas, hack, luminosidade, sono, sensores, radiação, pressão e magnética.). Tem força e resistência superior. Armadura selada, câmeras, sistema de som, sistema de mira, tradutor, transmissores, receptores, computador, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), voo, sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som) e campo de força. Micro inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando. Cubo do tempo, repara objetos até mesmo um castelo sem interferir no tempo.

Habilidades usurpadas: Gás que provoca ilusões.

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e/ou  domina a Magia (rajada, luz, escudo, contra-magica, curar, paralisar, voar, invocar [demônios e robôs] e teleporte [dimensão, espaço e tempo]), Engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar. Encantos que protegem sua mente e seus segredos.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 1:15 pm


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Alfa






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade (física, vácuo, gás, veneno, drogas, hack, luminosidade, sono, sensores, radiação, pressão e magnética.). Tem força e resistência superior. Armadura selada, câmeras, sistema de som, sistema de mira, tradutor, transmissores, receptores, computador, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), voo, sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som) e campo de força. Micro inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando. Cubo do tempo, repara objetos até mesmo um castelo sem interferir no tempo. Total controle sobre os Doombots.

Habilidades usurpadas: Gás que provoca ilusões (Mysterio), nanorobôs para reparar armadura (Stark).

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e  domina a Magia (rajada, luz, escudo, contra-magica, curar, paralisar, voar, invocar [demônios, robôs e armadura reserva] e teleporte [dimensão, espaço e tempo]), Engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente, força de vontade e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, sentimento de culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar. Encantos que protegem sua mente, seus segredos e sua localização.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 1:18 pm


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Alfa






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade (física, vácuo, gás, veneno, drogas, hack, luminosidade, sono, sensores, radiação, pressão e magnética.). Tem força e resistência superior. Armadura selada, câmeras, sistema de som, sistema de mira, tradutor, transmissores, receptores, computador, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), voo, sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som) e campo de força. Micro inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando. Cubo do tempo, repara objetos até mesmo um castelo sem interferir no tempo. Total controle sobre os Doombots.

Habilidades usurpadas: Mysterio (Gás que provoca ilusões) e Stark (nanorobôs para reparar armadura).

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e  domina a Magia (rajada, luz, escudo, contra-magica, curar, paralisar, voar, invocar [demônios, robôs e armadura reserva] e teleporte [dimensão, espaço e tempo]), Engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, armadilhas, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente, força de vontade e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, sentimento de culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar. Encantos que protegem sua mente, seus segredos e sua localização.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

[/quote][strike]
avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Sex Jan 29, 2016 5:14 pm


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Alfa






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade (física, vácuo, gás, veneno, drogas, hack, luminosidade, sono, sensores, radiação, pressão e magnética.). Tem força e resistência superior. Armadura selada, câmeras, sistema de som, sistema de mira, tradutor, transmissores, receptores, computador, sistema hacker, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), deslocamento (aéreo, aquático e espacial), sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som) e campo de força. Inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando. Cubo do tempo, repara objetos até mesmo um castelo sem interferir na linha do tempo. Total controle sobre os Doombots.

Habilidades usurpadas: Mysterio (Gás que provoca ilusões) e Stark (nanorobôs para reparar armadura).

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e  domina a Magia (comunicação, rajada, luz, escudo, contra-magica, curar, paralisar, voar, invocar [demônios, robôs e armadura reserva] e teleporte [dimensão, espaço e tempo]), Engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, armadilhas, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente, força de vontade e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar. Encantos que protegem sua mente, segredos e sua localização.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Qui Fev 04, 2016 8:33 am

O Anel alertava-me de uma presença superior, uma fonte de energia muito superior a Bateria do Poder que estava sobre minha posse. Mais energia? Mais poder... Duas coisas que almejo e serão minhas! Já estive aqui antes, seria o local ao qual fui atraído por aquela bruxa, uma conexão talvez? O meu alvo esta no mesmo lago do encanto, e irei ao encontro dele para mostra-lo que não pode desafiar a minha existência.

Através da magia, teleportei-me para dentro do Central-Park, fiquei atento aos meus sensores enquanto avançava por aquele lugar.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Qua Fev 10, 2016 9:05 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Central Park...


- No dia mais claro,
- Na noite mais densa,
- O mal sucumbirá ante a minha presença
- Quem venera o mal tudo perde
- Frente ao poder do Lanterna Verde!




Naquele Castelo Hordas de mortos-vivos surgiam para nos intimidar diante da presença de um ser que parecia ser responsável por tudo aquilo, talvez até de acontecimentos anteriores como aquela bruxa que desafiou a mim e aquele outro homem.
O nosso desafiante possuía muita autoconfiança, falando sobre entregarmos nossas vidas... A mulher que estava por ali recusava e o chamava de Nekron, então é este o nome do meu inimigo? Respondi a sua ameaça:

- Doom não serve a ninguém!



- HORDE DEMONOK, GYERE A HIVAST! AZT TE URALKODJ!

Utilizei do meu conhecimento sobre ocultismo, assim como o meu domínio sobre magia, além da minha mente superior para invocar Hordas de Demônios a meu favor! (1 e 2 ação).
Direto do inferno, fendas dimensionais iriam se abrir, revelando as criaturas vindas direto das profundezas do inferno! Estes tentariam fazer frente a onda de mortos colocadas a minha frente.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Qua Fev 10, 2016 10:30 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Central Park...


- No dia mais claro,
- Na noite mais densa,
- O mal sucumbirá ante a minha presença
- Quem venera o mal tudo perde
- Frente ao poder do Lanterna Verde!




Naquele Castelo Hordas de mortos-vivos surgiam para nos intimidar diante da presença de um ser que parecia ser responsável por tudo aquilo, talvez até de acontecimentos anteriores como aquela bruxa que desafiou a mim e aquele outro homem.
O nosso desafiante possuía muita autoconfiança, falando sobre entregarmos nossas vidas... A mulher que estava por ali recusava e o chamava de Nekron, então é este o nome do meu inimigo? Respondi a sua ameaça:

- Doom não serve a ninguém!



- HORDE DEMONOK, GYERE A HIVAST! AZT TE URALKODJ!

Utilizei do meu conhecimento sobre ocultismo, assim como o meu domínio sobre magia, além da minha mente superior para invocar Hordas de Demônios a meu favor! Direto do inferno, fendas dimensionais iriam se abrir, revelando as criaturas vindas direto das profundezas do inferno! Estes tentariam fazer frente a onda de mortos colocadas a minha frente (1 e 2 ação).



Quando as hordas surgissem, eu olharia para o meu anel e tomaria controle da energia da vontade, campo de forças energéticos iriam envolver os demônios e a mim, os protegendo e formando espinhos para que eles fossem ainda mais mortais. Tentei empregar uma energia maciça para isso, queria garantir que eles estivessem a altura daqueles mortos, afinal se forem tão fortes quanto os que enfrentei anteriormente, eles seriam um problema, nos esmagando com facilidade devido a sua quantidade numerosa (ação 3 e 4).







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Qua Fev 10, 2016 10:40 am

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Central Park...


Naquele Castelo Hordas de mortos-vivos surgiam para nos intimidar diante da presença de um ser que parecia ser responsável por tudo aquilo, talvez até de acontecimentos anteriores como aquela bruxa que desafiou a mim e aquele outro homem.
O nosso desafiante possuía muita autoconfiança, falando sobre entregarmos nossas vidas... A mulher que estava por ali recusava e o chamava de Nekron, então é este o nome do meu inimigo? Respondi a sua ameaça:

- Doom não serve a ninguém!



- HORDE DEMONOK, GYERE A HIVAST! AZT TE URALKODJ!

Utilizei do meu conhecimento sobre ocultismo, assim como o meu domínio sobre magia, além da minha mente superior para invocar Hordas de Demônios a meu favor! Direto do inferno, fendas dimensionais iriam se abrir, revelando as criaturas vindas direto das profundezas do inferno! Estes tentariam fazer frente a onda de mortos colocadas a minha frente (1 e 2 ação).



Quando as hordas surgissem, eu olharia para o meu anel e tomaria controle da energia da vontade, campo de forças energéticos iriam envolver os demônios e a mim, os protegendo para que eles fossem ainda mais mortais. Tentei empregar uma energia maciça para isso, queria garantir que eles estivessem a altura daqueles mortos, afinal se forem tão fortes quanto os que enfrentei anteriormente, eles seriam um problema, nos esmagando com facilidade devido a sua quantidade numerosa (ação 3 e 4).



- No dia mais claro,
- Na noite mais densa,
- O mal sucumbirá ante a minha presença
- Quem venera o mal tudo perde
- Frente ao poder do Lanterna Verde!


Com o punho fechado olhei para o meu verdadeiro oponente, enquanto a horda avançaria de encontro a horda dele. Os campos de força tentariam fazer frente a regeneração dos meus inimigos, precisava manter os demônios duráveis... Não pretendia derrotar os zumbis, mas sim manter eles ocupados enquanto a verdadeira luta ocorria.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Qua Fev 10, 2016 11:42 am


FICHA DO PERSONAGEM, Nível Sigma






Este é quem sou eu?'
Historia dramática, comum, ou quem sabe um pouco de terror... Posso até ser uma pessoa normal, alguém como você... Posso ser moreno, branco, negro, pálido ou até alienígena...


Frequência com que joga: -

Ator: Christian Bale
Características Físicas: Branco, 2.10m (armadura), 100kg, musculoso, cabelo castanho escuro, olhos castanho escuro.
Características Mentais: Ambicioso, arrogante, orgulhoso, possui forte código de honra e obcecado em adquirir o poder supremo, costuma falar em terceira pessoa. Insulta as pessoas em grande estilo, sem utilizar palavras de baixo calão.
Lar Atual: Castelo nas Montanhas Adirondack, Castelo Destino (na Latveria), embaixada da Latvéria, Base Destino e Torre Destino.
Sua Ocupação: Monarca da Latvéria
Grupo: -

Infância: Victor Von Doom nasceu no pequeno país chamado Latvéria, sob o domínio do Barão Vladimir. É filho dos ciganos Werner von Doom, um curandeiro, e Cynthia Von Doom, que diziam ser uma bruxa. Namorava uma garota chamada Valéria, o único amor verdadeiro de sua vida. Cynthia tentara adquirir poder para proteger sua tribo cigana da perseguição que sofriam por parte do governo vigente sobre a Latvéria. Ela tentou obter esse poder através de um trato com o demônio Mephisto e acabou sendo traída e morta pelas autoridades da  Latvéria, tendo sua alma aprisionada pelo demônio. Werner tentou de todas as formas se livrar do baú de sua esposa para livrar o filho da maldição. Mas mesmo se destruísse ou jogasse em um rio, ele retornava misticamente . Sua única opção foi escondê-lo. Anos mais tarde, a esposa d’o Barão contraiu um câncer terminal e Werner foi chamado para a capital para curá-la. Quando ela sucumbiu à doença, o Barão Werner foi acusado de assassinato e perseguido e morto pelas autoridades latverianas. Órfão, Victor von Doom ficou aos cuidados de Bóris, um dos membros da comunidade cigana de que pertencia. Victor jurou que faria o mundo todo pagar pela morte de seus pais.

Adolescência: Na adolescência descobriu o baú com os artefatos místicos da mãe, e começou a estudar as artes ocultas ao mesmo tempo em que também seu talento nato para a ciência se desenvolvia. Foi quando começou a defender o seu povo dos ataques do Barão, e assim foi ficando conhecido, até o momento que ele matou o primeiro homem com suas próprias mãos,  este homem estava a mando do barão para o matar.

Fase Adulta: Conseguindo uma impressionante reputação projetando e fazendo armamentos para proteger seu povo ao mesmo tempo em que atacava os aldeões, isso chegou ao conhecimento dos militares que lhe ofereceram diversas bolsas de estudos em várias universidades. Sem pensar duas vezes, abandonou sua fiel namorada e foi estudar na Universidade Empire State, se dedicando totalmente à ciência. Lá ele conheceu Ben Grimm (o Coisa) e a primeira pessoa capaz de rivalizar intelectualmente com ele, Reed Richards (o Sr. Fantástico).

Com o tempo, Doom passou a invejar Richards cada vez mais. Determinado a provar que era melhor que Richards, conduziu experimentos arriscados na tentativa de contactar sua mãe morta através de um transportador dimensional projetado por ele mesmo, apesar de Richards insistir que isso era muito perigoso e que os cálculos estavam incorretos. Sem que ninguém saiba, Bem Grim mexeu no aparelho e talvez por isso tudo tenha dado errado: Victor consegue contactar sua mãe e descobrir que sua alma estava em posse de Mefisto, mas logo o transportador explode e acaba deformando parcialmente seu rosto. O orgulho de Doom o fez acreditar que o fracasso de seu experimento e sua  expulsão da universidade foram obras de Richards, que por inveja de seu intelecto avançado teria sabotado o equipamento.

Fase Atual (Fundação Amalgama): Com o passar dos anos, Doom tem mantido um frágil controle sobre a Latvéria (nível), um país que beira a decadência cada vez mais. Com a situação cada vez mais sem controle, Doom vê uma oportunidade referente aos incidentes dos meteoros, ele começa então uma jornada de aprovação mundial, para ter o incentivo que precisa para manter a Fundação Amalgama, e assim crescer para se tornar o que o seu país natal precisa.

Os meios e objetivos claros que ele possui ainda são um mistério, porém as pessoas começam a crer em seus atos heroicos, até mesmo o quarteto fantástico começa a crer nele, conseguindo assim erguer a Fundação Amalgama, e se tornando diretor da mesma.

Cidade Natal: Latveria
Relacionamentos Atuais: Nenhum.
Gostos e Preferencias: Respeita pessoas intelectuais, e gosta de usar pessoas ingenuas.
Historia dos Poderes: Com parte do rosto deformado e muito ódio por Reed Richards, viajou o mundo a procura de uma cura para seu rosto marcado. Teve a ajuda de monges tibetanos para construir sua própria armadura e esconder a sua face mas foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa, deixando ainda mais deformado. E assim, passou a se chamar de Doutor Destino.

Doom retornou a sua Terra Natal, Latvéria, e a conquistou matando o Barão Vladimir e aprisionando seu filho Rudolfo. Como chefe de estado, tem imunidade diplomática e não pode ser preso nem julgado por qualquer nação. Seus estudos e conhecimento da ciência eram surpreendentes. Graças a seus requintes tecnológicos posteriormente instalados, o Doutor Destino pode enfrentar de igual para igual a maioria dos super-heróis.

Atualmente com suas falsas demonstrações heroicas, Doom tem recolhido secretamente poderes e conhecimentos de outros seres, enquanto "os ajudam". Recentemente conseguiu poderes da Zatanna e Satana, além de outros, ampliando assim as capacidades de sua armadura e os seus conhecimentos mágicos.
Victor von Doom
Soberano da Latveria. 39 ANOS


Na noite, este sou eu!
 Usando disfarce, este sou eu de verdade... Não sou aquela pessoa inofensiva ou aquele ricaço boçal, aquilo sim é a minha verdadeira mascara, este sim sou eu!


Poderes, Equipamentos e Habilidades:

Armadura: Imunidade/Proteção contra contato externo (Físico ou Sobrenatural), hack, luminosidade, sono, sensores, e magnética. Tem força e resistência superior. Câmeras, sistemas (som, mira e hacker), tradutor, transmissores, receptores, computador, suporte de vida (ar, comida, água e limpeza), armas (laser, plasma, explosiva, balística, teleguiada, elétrica, fogo, congelante e nuclear), deslocamento (aéreo, aquático e espacial), sensores (térmico, nuclear, movimento, magia, radiação, genético, velocidade, biológico, químico e som) e campo de força. Inseto-robô que sai da armadura e explode ao comando. Cubo do tempo, repara objetos e construções sem interferir na linha do tempo. Total controle sobre os Doombots.

Habilidades usurpadas: Mysterio (Gás que provoca ilusões) e Stark (nanorobôs para reparar armadura).

Habilidades sem armadura: É autodidata em Magia e Tecnologia. Sabe usar e  domina a Magia dos quatro elementos, comunicação, rajada, luz, escudo, contra-magica, anular magica, fortalecer,  curar, paralisar, voar, invocar (demônios, robôs e armadura reserva) e teleporte (dimensão, espaço e tempo). É proficiente em engenharia (Ambiental, Naval, Espacial, Robótica, Química, Genética, Energia, Software e Armas), Krav Maga, psicologia, administração, acrobacia, economia, liderança, politica, estrategia, tática, ocultismo, medicina, oratória, armadilhas, espadas, pistolas e arte (pintura, piano e compor musica).  Tem mente, força de vontade e reflexo superiores, lembra de tudo que já presenciou. Imunidade (diplomática, culpa e mental).Troca de mente ou hipnotiza pelo olhar. Encantos que protegem sua mente, segredos e sua localização.



Dr. Doom
Vilão. 39 ANOS.

avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Seg Fev 15, 2016 7:56 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Central Park...


Poucas coisas são mais rápidas que o meu reflexo sendo auxiliado pelos sensores, então aquilo realmente era algo para se preocupar. Com um grande impacto pude escutar os alertas da armadura ao ser jogado contra o chão. A poeira subia e o meu ódio também! Levantei em meio daquela nuvem e olhei quem era.

O filho de Krypton, tido como um dos homens mais fortes do mundo, estava a nossa frente, os seus feitos são descomunais, ele era a linha de frente da Liga da Justiça. Mas, esta morto? Que poderes este Nekron possui a sua disposição? Preciso desse tipo de poder, mas antes preciso descobrir como derrotar o Superman que agora tem regeneração.

Enquanto formulava os próximos passos, vi que a mulher começava a acumular muita energia devido aos meus sensores. Aquilo não parecia algo seguro, nem para o inimigo e nem para ela mesmo, ou para mim. Preciso ver se ela consegue o ferir e me proteger desta coisa, mas isso trará um problema, não poderei manter as invocações e pelo oque estou vendo dela, ela não esta muito preocupada com o dragão que fez com o anel. Concentrei toda minha força no anel, faria um campo de força maciço para me proteger do que estava por vir, ou quem sabe dos ataque do Superman e descobrir até onde estava as capacidades destrutivas dele comparada ao anel.







Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Victor von Doom em Seg Fev 15, 2016 8:24 pm

Homem
Invencível
Yet other enemies will come! Other battles will be fought! But no matter who the foe...what the danger...Victory will be mine... for now, and for always!




Central Park...


Poucas coisas são mais rápidas que o meu reflexo sendo auxiliado pelos sensores, então aquilo realmente era algo para se preocupar. Com um grande impacto pude escutar os alertas da armadura ao ser jogado contra o chão. A poeira subia e o meu ódio também! Levantei em meio daquela nuvem e olhei quem era.

O filho de Krypton, tido como um dos homens mais fortes do mundo, estava a nossa frente, os seus feitos são descomunais, ele era a linha de frente da Liga da Justiça. Mas, esta morto? Que poderes este Nekron possui a sua disposição? Preciso desse tipo de poder, mas antes preciso descobrir como derrotar o Superman que agora tem regeneração.

Enquanto formulava os próximos passos, vi que a mulher começava a acumular muita energia devido aos meus sensores. Aquilo não parecia algo seguro, nem para o inimigo e nem para ela mesmo, ou para mim. Preciso ver se ela consegue o ferir e me proteger desta coisa, mas isso trará um problema, não poderei manter as invocações e pelo oque estou vendo dela, ela não esta muito preocupada com o dragão que fez com o anel. Concentrei toda minha força no anel, faria um campo de força maciço para me proteger do que estava por vir, ou quem sabe dos ataque do Superman e descobrir até onde estava as capacidades destrutivas dele comparada ao anel (Ação 1, Ação 2 e Ação 3), e pensando melhor reforçava o campo de força que teria feito nos demônios, perder eles era um erro.



Mantive a ligação com os demônios, mandando eles continuarem os ataques deles aos mortos (Ação 4). Eles atacariam sem parar, não queria que houvesse tempo deles se regenerarem.










Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Victor von Doom
Vilões
Vilões

Mensagens : 201
Moedas : 1146
Data de inscrição : 02/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mente de Victor von Doom

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum